CIÊNCIA

Projeto cria sistema para monitorar a circulação de variantes do SARS-CoV-2 na cidade de São Paulo

Confira o áudio:




Um sistema para monitorar a circulação de variantes do novo coronavírus na cidade de São Paulo está sendo implementado por meio de uma parceria entre a prefeitura local, a rede de laboratórios Dasa e a FAPESP.

A meta é analisar semanalmente 384 amostras de secreção nasofaríngea coletadas de moradores de todas as regiões da capital atendidos na rede pública de saúde e que testaram positivo para o SARS-CoV-2. No Instituto de Medicina Tropical da Universidade de São Paulo (IMT-USP), o material será submetido a um teste de RT-PCR capaz de identificar a presença de cinco cepas virais.

Ouça na reportagem de Jorge Machado


PIRO4D | Pixabay 





VEJA TAMBÉM