SP SAÚDE

Tudo o que você precisa saber sobre o uso de termogênicos
Os suplementos auxiliam no processo de emagrecimento, melhora a performance esportiva e disposição para atividades diárias



Quando pensamos em energia e disposição, logo nos vem à cabeça os famosos termogênicos. Se forem associados a um estilo de vida saudável, podem favorecer o gasto energético, melhorar a performance esportiva aumentando o estímulo, motivação e foco no treino, além de contribuir no aumento da disposição para atividades diárias.

Segundo Kerlin Schmitz – cofundadora e nutricionista da Divina Terra, o maior Healthy Market do Brasil – os termogênicos auxiliam no processo de emagrecimento, graças a atuação no processo de oxidação de lipídios. A cafeína é a substância mais conhecida e presente nas formulações e estimulante e é broncodilatadora. Conta com ação lipolítica quando associada à atividade física, aumentando a oxidação de lipídios e poupando glicogênio, evitando desta forma a fadiga muscular.  

“Geralmente, o uso recomendado é de uma hora a 30 minutos antes do treino. Usados de forma incorreta, podem causar taquicardia, cefaléia, aumento da pressão arterial, palpitações, aumento do risco de arritmias cardíacas, sudorese, náuseas, tremores e fraqueza muscular. Ao mobilizar cálcio, potencializa risco para osteoporose. Pode também causar quadro de ansiedade. O risco para estes sintomas aparecerem é quando o consumo é superior a 500mg por dia”, explica a nutricionista.

Caso não treine, não terá aumento de peso na balança quando falamos do termogênico unicamente. O que realmente engorda é ingerir mais calorias e gastar menos. Quando se trata de cafeína e outros ativos estimulantes, pode ser ingerido com intuito de aumentar a disposição em atividades diárias. Desta forma, recomenda-se doses baixas para não viciar, pois o organismo se acostuma e será necessário concentrações cada vez maiores de cafeína para atingir o resultado esperado. 

Também auxiliam na queima calórica e são comumente encontrados nos suplementos a pimenta, gengibre, canela, café, e extratos naturais como de citrus aurantium (laranja amarga), café verde, chá verde e erva-mate. Esses alimentos podem ser consumidos sem atividade física, mas lembrando que devem ser inseridos como auxiliares dentro de uma alimentação saudável.

O recomendado sempre é consultar um especialista para avaliar o estado nutricional e qual melhor estratégia visando resultados positivos. Lembrando que o uso de termogênicos é contraindicado para indivíduos portadores de fatores de risco cardiovasculares, hipertensos, gestantes e lactantes.

Fonte
Kerlin Schmitz - Co-founder e nutricionista da Divina Terra | CRN 16250D
www.instagram.com/kerlin.schmitz
www.divinaterra.com.br




VEJA TAMBÉM



SP SAÚDE  |   21/09/2021 06h06


SP SAÚDE  |   30/08/2021 07h16


SP SAÚDE  |   30/08/2021 06h44