CIÊNCIA

Painéis solares abrigam microrganismos com potencial aplicação biotecnológica

Confira o áudio:




Só os organismos mais adaptados podem sobreviver a um ambiente exposto diariamente ao sol e às variações de temperatura que ocorrem ao longo do dia. Onde a água, quando aparece, não permanece por muito tempo.

Pesquisadores apoiados pela FAPESP encontraram um conjunto de bactérias e uma levedura adaptadas a essas condições em painéis fotovoltaicos, aqueles que transformam a energia solar em elétrica, instalados nas cidades de Sorocaba e Itatiba, no interior de São Paulo.

O estudo foi publicado na revista Microbiology Letters, da Federação das Sociedades Europeias de Microbiologia, e foi escolhido pelos editores do periódico como um dos destaques da edição.


Bactérias e levedura tolerantes a radiação solar, escassez hídrica e variações de temperatura foram encontradas sobre placas fotovoltaicas no interior paulista. Segundo pesquisadores da UFSCar, algumas delas podem ser usadas para desenvolver pigmentos e biodetergentes (foto: Acervo dos pesquisadores)




VEJA TAMBÉM



CIÊNCIA  |   12/11/2021 02h06





CIÊNCIA  |   05/11/2021 08h24