Ouça nossa programação ao vivo

TECNOLOGIA

InvestSP presta suporte à Amazon para lançamento de novo modelo de negócio



A Amazon apresentou ao mercado dois programas globais de relacionamento com os seus parceiros de negócios brasileiros, o FBA – Logística da Amazon e o FBA Onsite, este último já operando nos últimos meses com parceiros selecionados. Estes programas estão disponíveis em outros países como EUA, Reino Unido e México, e chegam agora ao Brasil. Centenas de empresas já fazem parte da primeira fase de implementação da FBA e centenas de outras estão participando da FBA Onsite.

O lançamento destes serviços no Brasil representa a maior expansão da Amazon no país desde a introdução da venda de produtos de parceiros, em 2017. Com a FBA, a empresa agora armazena produtos de terceiros em seus próprios Centros de Distribuição, e embala e entrega produtos através de transportadoras parceiras; além de oferecer suporte pós-venda. Com a FBA Onsite, os produtos são armazenados nos armazéns dos parceiros, que agora contam com as ferramentas de gerenciamento de estoque da Amazon, além do serviço nacional de coleta e entrega, atendimento ao cliente e logística reversa.

“O lançamento de FBA é mais um passo em nossa expansão no Brasil. Anunciamos recentemente três centros de distribuição com o objetivo de oferecer ao consumidor brasileiro um catálogo variado, com preços atraentes e uma boa experiência de compra”, observa Alex Szapiro, country manager da Amazon no Brasil.

O lançamento do programa foi possível a partir da cooperação do Governo do Estado de São Paulo. “São Paulo foi o primeiro Estado brasileiro a reconhecer o operador logístico em sua legislação. Desta forma, mantemos nossa legislação atualizada e sintonizada com as necessidades da economia digital. A empresa é inspiração para o desenvolvimento de pequenos e médios negócios locais”, disse o governador João Doria.

O projeto de investimento contou o suporte da InvestSP, que auxiliou a empresa em seu contato com a Secretaria da Fazenda. O órgão do governo modernizou a regulamentação de obrigações acessórias dos operadores logísticos para que o modelo de fulfillment fosse viabilizado no estado de São Paulo.

A modernização favorece as operações de todas as empresas de comércio eletrônico que armazenam mercadorias de terceiros para a venda em suas plataformas e que estejam instaladas em território paulista.




COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM